S02E03 – “School Reunion”

capa s02e03

No episódio dessa semana JP, Thales MartinsRaphael Salimena e o convidado Freddy Pavão voltam para a escola e se despedem de dois velhos amigos:

Ouça agora ou faça o download (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Link ou Destino Como). Ou assine o nosso feed.

Fale com a gente no e-mail whocarespod@gmail.com, no twitter @WhoCaresPod, ou no facebook.com/WhoCaresPod

Enquete: o que você achou do episódio “School Reunion”? Dê sua nota!

Anúncios

24 pensamentos sobre “S02E03 – “School Reunion”

  1. Esse episodio e foda!! Eu que, na epoca, não tinha a menor ideia da importancia da minha Sarah Jane Smith, eu fiquei emocionado com a despedida e com a relação do Doutor com ela no decorrer do episodio. Acho sensacional o “bitch fight” que a Rose propoe à Sarah Jane, e a saida de Lady da Sarah Jane. Acho sim tosco os efeitos, mas o conceito do vilão do episodio (que eu NUNCA me lembro o nome) e um dos mais interessantes da nova serie. Imagino se eles pegarem o melhor (??) dos Daleks, Cyberman, Silencio e Anjos Lamentadores. Tipo, um corpo de metal, com um raio saido de um batedor de ovo, que te envia pro passado e voce não lembra o porque ta na decada 10 no meio da Primeira Guerra Mundial. Acabou pro Universo!!

    Thales, eu te entendo, tambem detesto o K9, e DIGO MAIS!! Estou lendo Shada, la a Companion e a Romana II e o K9, junto do 4º Doutor. Nessa historia, o Doutor CAGA na cabeça do K9 em toda e qualquer oportunidade, apesar dele ser bastante util em algumas situações. Acho ele um personagem meio que deslocado na serie nova. Serviu bem como um fã-service para os Old School, e apenas isso.

    E ver o nosso Mickey evoluindo como personagem e otimo. O episodio seria realmente uma preparação para o que o Season Finale nos mostrario. Tanto para o Doutor quanto para o restante da galera.

    Otimo o Podcast, otimo episodio.. Muito bom voces voltarem.
    Abraços.

    Curtir

  2. Hello, guys. Continuo amando os posts. E esse… nossa! Sarah jane. Eu ja assisti quase os episodios dela da serie (Os dela com o quarto doutor. A quimica entre os dois e otima, recomendo) Como fa, Elisabeth Sladen mora ao lado da Verity em meu coraçao.
    Um abraço e, por favor, voltem logo.

    Curtir

  3. Freddy, um verdadeiro fã, só engrandeceu o podcast. Sigam nessa linha pegando mais leve nas brincadeiras e críticas, dizendo que tudo é ruim, que o podcast fica milhões de vezes melhor e tira o ar de que a tarefa vinha sendo enfadonha para vocês.

    Curtido por 1 pessoa

    • “…brincadeiras e críticas, dizendo que tudo é ruim”

      Mas a graça é essa… já tem um monte de podcast rasgando seda por aí. E é como falaram uma vez no podcast, sempre começam falando mal, mas no final acabam emocionados com o episódio.

      Curtir

  4. Achei esse episódio muito bom e foi um grande salto na evolução do meu querido Mickey!

    Estranhei muito a Sarah Jane nessa aparição, principalmente porque não tinha ideia de quem era ou a sua importância para a série. Achei inclusive que poderia ser uma personagem muito mais recorrente do que foi. Uma triste surpresa saber da morte da atriz.

    Abraços!

    P.S.: Voltem a postar os episódios as 6 da manhã! Sempre baixava antes de vir trabalhar.

    Curtir

  5. Como não se emocionar com o K9 ? aquele cachorrinho fofo!!!!
    mas DW ganha MUITO mais sentido depois que a gente termina tudo e vai rever
    agora não sei qm pegou qm na historia da billie piper com o matt smith, pq ao que parece a bilie tbm deu uns pegas no tennant, então já não sei de nadaaaa

    Curtir

  6. Gente, vocês são umas manteigas derretidas, o Salimena então kkkk…
    Eu acho esse episódio tosquíssimo, o conceito do vilão pode ser bom, a discussão sobre o papel e o fardo da companion é realmente válido, mas houve algum problema na execução (talvez o excessivo apelo com as crianças, sei lá), tudo é pedante demais!!! É um saco de se assistir…
    Quando assisti a primeira vez, obviamente, eu também não sabia que a atriz tinha morrido, nem sequer que ela era companion de verdade (pensei que fosse uma atriz qualquer escalada para fazer esse papel). Reassistir tendo tudo isso em mente é claro que dá um toque de emoção maior, mas nada que o salve.

    PS: Essa não é a primeira vez que o doctor usa o pseudônimo de John Smith na série nova, no “Doctor Dances” ele se apresenta assim para perguntar se caiu algum objeto estranho em Londres.

    PS: O final com o Doctor e Sarah se despedindo é a parte mais emocionante, é realmente de chorar, os atores mandaram muito bem.

    PS: Morri com a solução do diretor pra fazer as atrizes rirem kkkkk…que homem genial!

    Curtir

    • *Pra ser rigorosa, é no ep “the empty child” que isso acontece, mas, como eu sempre considero os ep duplos como sendo um só, acabei colocando o nome do primeiro que me veio à mente.
      E será que o Tennant de bigode pintado é tão engraçado assim hein gente?! Kkkkkkk

      Curtir

  7. Muito bom o episódio do podcast. Eu gosto bastante desse episódio e para variar, vou colocar em itens:

    1) A coisa do Gordinho que é deslocado, fora do sistema escolar e no final ser o grande heroi foi algo muito bom do episódio. Uma pequena crítica a educação e aos estereótipos quer é interessante para as crianças que assistem refletirem.

    2) A tentação moral do Doutor foi incrível, ainda mais ao pensarmos que neste episódio ele resistiu e continuou sendo o Doutor aos olhos de duas companions, enquanto mais para frente, naquele episódio em Marte, a tentação de tornar-se um Deus e controlar tudo é queda do Doutor do Tennant.

    3) A direção fez várias citações a cenas da série clássica, como a maneira de filmar a Sarah e o Doutor correndo e a própria despedida dela na série clássica. Nesse vídeo em homenagem a ela com a música Take On Me fica bem claro:

    4) A fanboyzisse do Tennant ajudou muito no episódio. Aqui vemos o menino que assistia Doctor Who e saia brincando imaginando ser o Quarto Doutor segurando na mão da Sarah Jane e correndo fundir-se ao ator. Os olhares dele, o sorriso, ele se esforça para correr ao lado dela o tempo todo, mesmo com a Rose tem momentos que ele corre na frente, mas aqui não… Nesse vídeo, tem uma homenagem a Elizabeth Sladen que o Tennant gravou quando soube da morte dela, esse realmente é fanboy…

    5) Eu curti os vilões e realmente poderiam voltar mesmo.

    Tudo de bom a todos!

    Tiago de Lima Castro

    Curtido por 1 pessoa

  8. É realmente impressionante como Doctor Who só melhora quando re-assistido (menos a 5 temp, pq pelo amor….). Lembro que quando vi esse ep, já tinha gostado, por mostrar o lado das companions, de que como o Doutor pode ser um fdp (mas até compreensível, quem aguentaria ver alguém que vc ama envelhecer e morrer, enquanto tu fica parado no tempo?), mas re-assisti-lo, conhecendo todo mais sobre a serie nova, sobre a serie clássica e td o que ela representa, só acrescenta MUITO MAIS a esse episodio. Um adendo, quando ao nome John Smith, ele foi dado pelo escocês Jaime (companion do 2 Doctor) que pegou o nome de um maquinário espacial, para poder se disfarçar com o Doutor haha.

    Curtido por 1 pessoa

  9. We’re back baby! Gostaria de parabenizá-los pelo ótimo trabalho como podcast. Explorando os dois extremos de, de uma maneira despojada, apontar efeitos especiais toscos, atuações mal feitas e também se derreter pelo episódio e se aprofundar no significado das cenas. Um abraço de um fã desse Trio Ternura.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s