S01E08 – “Father´s Day”

capa s01e08

É dia dos pais e  JP, Thales Martins e Raphael Salimena vão para o ano de 1987 salvar o homem mais importante do mundo (ou quase isso):

Ouça agora ou faça o download (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Link ou Destino Como). Ou assine o nosso feed.

Fale com a gente no e-mail whocarespod@gmail.com, no twitter @WhoCaresPod, ou no facebook.com/WhoCaresPod

Enquete: o que você achou do episódio “Father´s Day”? Dê sua nota!

Anúncios

37 pensamentos sobre “S01E08 – “Father´s Day”

  1. Revendo o episodio , gostei bem mais agora do que a primeira vez que vi , na época já tava meio de saco cheio da Rose. Pra vocês verem o tanto que eu não ligo pra Rose , nem cheguei a me emocionar com o sacrifico do Pai dela , no final do episodio, Mas assistindo agora gostei bem mais princialmente do Pai da Rose, e no mais nada mais …

    Curtir

  2. tá sendo bem legal revisitar esses episódios com vocês, uma pergunta que sempre me vem à cabeça quando eu ouço o Who Cares, será que o Brasil conseguiria produzir algo tão bom quanto Doctor Who? Pq se depender da tosquice, sim, mas será que existem pessoas competentes o suficiente pra escrever sobre ficção científica? Um grande abraço amigos e até mais

    Curtir

  3. Só para dizer que maravilhoso termos o WHOCARES para ouvir sobre Doctor Who aqui no Brasil. Este podcast é top de linha mesmo, destrinchando o episódio de forma divertida, mas muito informativa. A trilha sonora sempre se destaca, mas eu queria ressaltar que é muito legal vocês tocarem o hino antes de começar a falar sobre o epi, marca registrada de vocês, show de bola.
    Que venham todos os próximos, e quem sabe vocês um dia também possam falar de episódios dos doutores anteriores ao nono?

    Mais uma vez, o melhor podcast, recomendo a todos que encontram e com quem posso falar de Doctor Who, kkk.

    beijos e abraços

    Curtir

  4. Primeiro, mais um vez parabenizar o Salimena pela melhor trilha sonora de toda a ‘podosfera’, me lembrou o CLÁSSICO Mimimi Guilty Pleasures hehehheh

    Como muito eu me identifico com esse episódio por causa do lance de perder o ai cedo pra um acidente de carro e preciso confessar que também daria uma de Rose se tivesse a chance…..no mais, o ritmo entre vocês tá cada vez melhor e o pod mais fluido, keep’em going !!!

    Ps¹ Ah! Tb só percebi hj que o WordPress muda o nick dependendo de por onde eu faço login, aqui é o Luìs Felipe Salgado (D’oh)

    Curtir

  5. Acho que o episódio é muito emocionante. Realmente mostraram que a série podia ir além da aventura (como no dos daleks).

    Acho ator que fez o pai da rose muito bem no papel. Ele consegue ter uma carga dramática perfeita no final com sua escolha.

    Eu não odeio a rose e até torci muito para ele ficar com o doutor. E olha que la na frente quando ela se despede definitivamente (será?) chega até a ser emocionante tb. (claro que com a ajuda do tennant)

    Não dá pra ficar questionando as implicações dos paradoxos. porque se formos mesmo rígidos quanto as pseudo-leis do tempo na hora que a rose salvou o pai tlvz ela nem conhecesse o doutor no futuro e obviamente quebraria a volta dela no tempo que gerou o salvamento rs

    A série me ganhou já no primeiro episódio (sério) mas foi no father’s day que realmente me emocionou.

    Curtir

  6. Adoro esse episodio. Eu estava conversando com meu irmão sobre viagem no tempo e etc. Ele disse que se ele tivesse acesso à TARDIS, ele iria salvar meu falecido pai do acidente que o vitimou. Porem, ele estaria dando uma de Rose e fodendo o espaço-tempo.. ahahuahuahuaa

    Particularmente, eu me identifico muito com esse episodio, essa coisas de perder o pai e etc. sempre me afeta. Mas, mesmo gostando muito desse episodio, não gosto de vê-lo. Por motivos óbvios.

    Voltando ao episodio.

    Concordo com o Ananias Lopes Jr., Aqueles reapers estão la para se alimentarem da falha na linha do tempo causada pela Rose, acredito também que, mesmo que eles matem o Pete, aquela linha temporal já tava danificada demais e não se consertaria. Então os reapers se alimentariam não somente das pessoas, mas da linha temporal ate não sobrar mais nada.

    Agora, uma confissão.
    Depois que eu comecei a acompanhar o Podcast de vocês, eu também fiquei curioso e resolvi ouvir mais alguns podcasts, já acompanhava de um outro site, que e legal, apesar de ter alguns fanboys/fangirls que acham tudo “Lindo, incrível, maravilhoso” em tudo sobre Doctor Who e isso me irrita um pouco, a tal da imparcialidade. Essa semana um podcast em um outro site e encontrei outro nível de fanboy: Aqueles que querem ser o Doutor, falar igual o Doutor, tentam ter um raciocínio rápido igual o Doutor mas no fim, vira só um amontoado de palavras sem sentido que não chegam a lugar nenhum!! Fodam-se os aspectos técnicos do episodio, foda-se algum comentário sobre o roteiro. E ouvir isso durante quase DUAS HORAS tem que ter espirito forte. Então, senhores, venho dizer do alto da minha humildade, que o Podcast de vocês e um dos melhores se não o melhor, mais honesto e humilde podcast sobre Doctor Who. Me sinto em casa aqui.

    Continuem assim galera!!

    Curtido por 2 pessoas

    • Junior, também acompanho outro podcast que gosto muito que é o do Doctor Who Brasil, que melhorou muito depois que começou a acompanhar os episódios atuais, é um casal que apresenta, elgal que eles falam muito tb da série clássica.
      Já outro que eu comecei a ouvir, um quinzenal é muito ruim, menininhas surtando com o cabelo do Tennant e os caras querendo mandar frases de efeito. é complicado…

      Curtir

      • Eu cheguei a ouvir o podcast do Doctor Who Brasil sobre Deep Breath e a world Tour, foi bom, mas eles demonstraram uma antipatia gratuita ao Matt Smith que me deu náuseas, tipo eles não gostam do Matt e nem do 11º Doctor, até aí tudo ok, mas a justificativa que eles usaram pra dizer que o cara é ruim é simplesmente tola, desde então fiquei desgostosa para ouvir os próximos, mas vou fazer um esforço.
        E olha, pelo o que eu vejo dos rapazes aqui, parece que eles não vão muito com a cara do Tennant rsrs…quando chegar na fase do 10º, vão ter que chamar alguém pra defendê-lo, quem sabe a “quarta quensiana” rs.

        Curtir

  7. Não entendo a implicância de vocês com o Mickey (ou mesmo da própria série com ele). Acho um personagem fantástico. Assisti recentemente (finalmente) o final da segunda temporada e gostei mais ainda dele. A Rose, no entanto, só fez uma coisa boa: sair da série.

    Curtir

  8. Eu não lembrava que esse episódio era do Paul Cornell. Pelo visto, ele tem gosto por episódios mais dramáticos, porque ele fez dois na 3º temporada (Human nature e Family of blood) que tem esse mesmo viés e que também são muito muito bons.
    Pois é, como vocês falaram, esse episódio trabalhou bem a questão das regras e das consequências de viagens temporal e tal, alguns desses conceitos foram até retomados lá na frente, mas com o tempo tudo isso se perde, tipo vale tudo nessa porra, principalmente nos episódios do Moffat, por isso que hoje em dia eu já aceitei que em DW pode tudo e foda-se a lógica/regras, e confesso que não gosto muito disso.
    PS: acho que a referência ao Bad Wolf passou batido pra muita gente, inclusive pra mim, e a cena do Doctor entrando na Tardis e ela sendo apenas uma cabine foi uma das mais engraçadas da 1º temporada.

    Curtir

  9. Sou só eu ou os reapers parecem bastante com os Langoliers (quem lembra dessa bagaça)? Até a proposta deles é parecida.

    Pra quem não lembra, imagem dos bichinhos: http://ilovesplatter.files.wordpress.com/2013/10/langoliers-and-bronson.jpg

    Bonus round pro Thales: Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek Star Trek. WHO CARES CONFIDENCIAL 03 – EU SOBREVIVI!

    Curtido por 2 pessoas

  10. Quando falam que o Doutor sempre considera cada vida importante, eu não pude deixar de lembrar de uma frase do especial de natal da 5ª temporada, “A Christmas Carol”. Nele o 11° Doutor solta a seguinte frase : “Em 900 anos de tempo es espaço, eu nunca conheci alguém que não fosse importante”. É nesses momentos que voce lembra que apesar de terem rostos, trejeitos e personalidades diferentes, o Doutor é sempre o Doutor.

    Curtir

  11. É legal você parar pra pensar como os Doutores posteriores resolveriam o episódio.
    O 10th: Diria para o Pete que pra resolver ele teria que se jogar na frente do cara e diria que senti muito. Muito mesmo, mas não tem outra solução.
    O 11th: Iria tirar um Deus Ex Machina da cartola e resolveria situação inclusive salvando o Pete.
    o Capaldaço: Empurraria o Pete e a Rose na frente do carro.

    Curtir

  12. A minha teoria sobre os Reapers é totalmente divergente da de vocês. Pra mim os Reapers não estão ali para curar o paradoxo temporal, muito pelo contrário, eles se aproveitam da anomalia para se alimentarem. O Doctor diz que eles são bactérias se alimentando da ferida no tempo. Eles estão só piorando a situação. O Pete morre atropelado pelo carro e conserta o paradoxo, acredito se ele morresse para um Reaper aquela linha temporal continuaria quebrada e os Reapers se alimentariam de toda a população da Terra, afinal todos estariam numa linha temporal “errada”.

    E assim como nem todo machucado infecciona, nem todo paradoxo faz com que os Reapers apareçam, por isso outros episódios, como em A Christmas Carol, os Reapers não apareçam. Talvez por estarem um ambiente temporal “esterilizado”.

    E Salimena, cadê o Mimimi?

    Curtido por 2 pessoas

  13. Minha opinião sobre esse episódio é que ele é onde a relação do Doctor e da Rose mais se fortalece, é meio que um ponto de viragem da temporada. Nele a gente vê a Rose se comportando de forma inconsequente (mas compreensível), e o Doctor mais uma vez é insensível e duro com ela, de forma injusta, na minha opinião, porque tava na cara que isso ia dar merda, até eu sabia, como ele não iria saber?
    Entretanto, ao longo do episódio, o Doctor demonstra entender os sentimentos dela e até se dobra às suas vontades quando tenta consertar aquelas “cicatrizes” do tempo, mas deixando o pai dela vivo, ele a perdoa verdadeiramente e até pede perdão também. A partir daí, a Rose deixa de ser uma companion opcional e passa a ser uma companion essencial. Para exemplificar, no episódio dos Slitheen quando o Doctor está indo embora ele liga pra avisar a Rose e ela diz que não pode ir embora agora por causa da mãe e blá, e ele meio que diz “a escolha é sua” e desliga na cara dela kkkkk…já no 11º episódio, quando a Rose se mostra feliz em reencontrar o Mickey e ele pergunta se ela vai ficar, o Doctor, que estava consertando alguma coisa na Tardis, imediatamente vira o rosto para olhar com uma expressão de preocupação. Não sei se é viagem minha, mas eu vi o comportamento dele mudar.

    Curtir

  14. Pra variar muito bom o pod… Little Micky, ta ná merda desde sempre…kkkk
    Pra mim esse é o terceiro melhor episódio da temporada, só atrás de de Dalek e The Doctor Dances…
    Só queria dar uma sugestão, se for possível para os próximos episódios, e se for possível atualizar a postagem dos antigos colocando a playlist tocada, a trilha sonora que vcs escolhem é um show a parte…
    abração…

    Curtir

  15. Amigos Quemcianos (ou Quencianos?),com certeza este é o melhor episódio da temporada!
    Apóio muito um spin off do Pequeno Mickey, Space Pig e Stormageddon com o WIlfred Mott como tutor desta galera.

    O Nono gostou tanto de fazer discurso em igreja que decidiu virar padre

    Abraços!

    Curtir

  16. Muito bom o episódio!

    Pobre Micky… Um black-exploitation infantil ia ser legal, kkkkkkk Apesar do jeito que ele é o alvo de bullying dos roteiristas iria ser algo muito trash…

    A Rose deve ter uma bizarra maldição espaço temporal do mal que faz ela ter essa sorte bizarra.

    Tudo de bom a todos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s