Who Cares – Confidential 02

confidential02

Na segunda edição do nosso drops, JP, Thales Martins, Raphael Salimena e a quarta quensiana Gabriela Ventura contam detalhes sobre o Doctor Who World Tour e comentam as primeiras impressões deixadas pelo novo doutor Peter Capaldi:

Ouça agora ou faça o download (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Link ou Destino Como). Ou assine o nosso feed. Fale com a gente no e-mail whocarespod@gmail.com, no twitter @WhoCaresPod, ou no facebook.com/WhoCaresPod

Anúncios

14 pensamentos sobre “Who Cares – Confidential 02

  1. Caros timecasters! Gostaria de agradecê-los por seguirem a cronologia da série moderna destrinchando cada episódio e relembrando detalhes aos quais nem sempre nos prendemos quando assistimos. Sempre com bom humor e sem desviar o foco. Bom ouvir caras como eu conversando sobre um tema que tanto me agrada. As musicas tocadas ao longo dos podcasts me divertem bastante. Mantenham essas características! Vida longa (Gallifreyana) ao Who Cares!

    Curtir

  2. Uma coisa que eu gostei do novo Doutor é que ele me lembrou do quarto Doutor. Pois ele resolve tudo de forma mais direta e agressiva. Ele deu a entender que ele tomou o casaco no braço mesmo. Assim como quando o quarto Doutor regenerou, ele prendeu um médico de cabeça pra baixo em um armário, pois o cara não queria deixar ele sair do quarto onde estava.

    Curtir

  3. OFF TOPIC:Alguém sabe se existe previsão pra essa temporada nova no Netflix?

    Thales só pra voce se sentir um pouco mais velho.Assisti todas as temporadas (da nova fase) com o meu filho. Ele vive perguntando quando o Óto Ú vai voltar…ele tem 3 anos e meio.💜

    Curtir

  4. OFF TOPIC:Alguém sabe se existe previsão pra essa temporada nova no Netflix?

    Thales só pra voce se sentir um pouco mais velho.Assisti todas as temporadas (da nova fase) com o meu filho. Ele vive perguntando quando o Óto Ú vai voltar…ele tem 3 anos e meio.💜

    Curtir

  5. Olha só, falaram de mim, que honra! huahuahua

    Eu reconheci o Thales de longe, nunca tinha encontrado com ele, só falando por Twitter mesmo! huauhaua o amor não constrói nada.

    Sobre o evento, engraçado que nas votações que fizeram antes de começar, eles diziam tipo: “Qual figura histórica é mais querida? Votem lá no Twitter.” E todo mundo gritava Van Gogh e ia votar no Van Gogh, mas no telão aparecia Shakespeare e todo mundo ficava com cara de bosta! hauhuaha muito estranho.

    O episódio foi foda, cheio de referências aos outros Doutores e tudo mais. E as menininhas gritando que o Capaldi era gostoso estavam do meu lado ¬¬ Eu estava na Área VIP, mas não muito na frente (quase peguei uma camiseta, aliás) e quando gritaram que o Capaldi estava ali no meio da galera fui correndo até lá ver ele de pertinho. E deu certo! No intervalo até subi lá nos camarotes pra ver qualera, fui dar uma volta pelo Vivo Rio e tudo mais.

    Sobre o vilão que o Capaldi comentou, são os Chumblies (Chumbley), do episódio Galaxy 4, da terceira temporada do Hartnell! Pouquíssimas pessoas pegaram a referência na hora, foi engraçado ver o Moffat rindo feito um maluco no palco.

    E toda a sessão de perguntas e respostas foi disponibilizada pela BBC lá no YouTube (cortaram as partes que continham spoilers do Deep Breath, claro): http://www.youtube.com/watch?v=jCAbS2RmBSk

    Se rolar outro evento do tipo, estarei lá, com toda certeza. Seja no Rio, em São Paulo, ou na putaqueopariu. E se for bloqueado para menores, poderei ir pois meu aniversário é daqui a um mês e finalmente farei 18! huahua

    Curtido por 1 pessoa

  6. Gostei muito do Doctor do Capaldi, eu o comprei quase que instantaneamente (coisa que não aconteceu com seus dois antecessores), se bem que nesse episódio muito do que a gente vê dele é a “ressaca” pós regeneração, logo sua personalidade ainda há de se firmar nos próximos, mas ele já caminha pra ser o melhor.
    Outra coisa que gostei foram as várias referências à própria série, isso nos ajuda à aceitar mais facilmente esse novo Doctor e essa nova fase, diferentemente do que a aconteceu na passagem do 10º para o 11º Doctor, onde tantas coisas mudaram ao mesmo tempo e nenhuma referência é feita, realmente parece que há uma ruptura entre a 4º e a 5º temporada, parece que é outra série.
    Tenho probleminhas com episódios muito longos, dependendo do ritmo, eles me provocam distração, e esses arcos que duram várias temporadas me trouxeram mais estresse do que diversão nas temporadas passadas, espero que o Moffat não se empolgue demais nessa.

    Curtir

  7. Não consegui ir ao evento, infelizmente, mas pensava que o episódio tinha sido exibido em uma tela de cinema, do mesmo jeito que foi o de 50 anos. Pagar caro pra assistir no winamp é dose. E eu também achava que tinha entendido o primeiro episódio até ler a crítica da Gabriela, mas aí vi que não sabia nada, principalmente com as referências à série clássica que ela fez e as teorias. O cargo de especialista aí deve ser bem disputado!

    Curtir

  8. O Capaldi tem tanta cara que vai te matar, que o episódio não deixa claro se ele matou o ciborgue ou se o ciborgue suicidou-se, mais se o ciborgue se suicidou foi com medo do Doutor matar ele.

    Curtir

  9. Eu queria ter tirado foto com o Thales, mas o único podcaster ligado ao MdM cujo eu lembro da fuça é o Change, ai fiquei de procurar um foto do dele pra lembrar, mas acabei não fazendo. E Gabriela eu sabia que era a Quarta Quensiana, e até tinha uma noção da cara, mas ia ser muito sem noção ir falar alguma coisa. Mas pra quem falhou em tirar selfie com Cybermen, tá de boa.

    Eu fui parar no chão tentando pegar uma camise, mas o cara de trás foi mais rápido.
    Aquele apresentador deve ter sido encontrado numa lista amarela, na parte de animadores de festas, só pode. Nada contra, acho até que o bate papo teria sido melhor se fosse ele fazendo as perguntas (mas ai acho que o Forlani disse que a BBC deu um roteiro super fechado, proibindo improvisar).
    PS: A TARDIS de Cardiff e Londres eram da BBC de lá, a de Seoul o Capaldi disse num vídeo que foi feita por um cara de lá, a de NYC da BBCA, Sydney e México acho que foram feitas especialmente. Aqui acho que ninguém quis fazer uma TARDIS (tanto que não vi Daleks em nenhum lugar além de Cardiff/Londres).
    PS²: Não importa, mas eu apareci no telão com meu tweet do Doctor Co(Wh)ool! Na hora achei que eu perecia ao menos uma daquelas pulseiras vagabundas. 😄
    Putz, cometário enorme, nem vou comentar do ep. Mas foi foda, altas referências lindas ao The Girl in the Fireplace, espero por mais desses droides e da própria nave.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s